Diversidade energética do Brasil é oportunidade para atração de investimentos | ROG.e 2024

Diversidade energética do Brasil é oportunidade para atração de investimentos

27/09/2022
CEO Luncheon com Luís Henrique Guimarães, CEO da Cosan

O Brasil reúne vantagens competitivas que colocam o país como polo de atração de investimentos e oportunidades para o aporte de capital internacional. Essa visão foi compartilhada por Luís Henrique Guimarães, CEO da Cosan, durante almoço-palestra realizado, nesta terça-feira (27), na Rio Oil & Gas 2022.

Para Guimarães, as cinco vantagens competitivas do Brasil – grande produção de alimentos, oferta de petróleo e gás, protagonismo em energias renováveis, mineração de alta qualidade e um potencial para emissão de créditos de carbono – formam o cenário perfeito para acelerar o desenvolvimento do país. “Passamos por um período de instabilidade mundial onde se debate o custo de energia alto e a importância da segurança energética. As empresas terão de olhar quais países e locais terão de investir”, frisou Guimarães.

Segundo o executivo, o Brasil tem atrativos como menor custo de energia em comparação com outros países, o que é uma variável importante para as indústrias. “Quando analisamos o cenário, acho que o Brasil é uma ótima oportunidade para investimentos. Sou extremamente otimista. Nos próximos 10 anos, temos uma grande oportunidade para desenvolver o país e acredito ainda no empreendedorismo como uma ferramenta para o crescimento”, ressalta.

Guimarães destacou que, ao longo dos últimos anos, o país conseguiu desenvolver uma malha ferroviária mais eficiente, impactando positivamente os custos logísticos e a menor emissão de carbono. “Hoje, conseguimos transportar cargas de Rondonópolis a Santos em 70 horas, com segurança”.

O executivo da Cosan ressaltou também o mercado de carbono como um diferencial competitivo. “O offset de carbono em várias formas será uma moeda, uma mercadoria de muito valor. O Brasil pode produzir mais crédito de carbono do que muitos países juntos”. Guimarães aposta ainda no desenvolvimento de biocombustíveis avançados, como o etanol de segunda geração e os combustíveis de aviação mais sustentáveis (SAFs). “Nesse momento, a Raízen constrói três plantas de etanol de segunda geração. E vamos construir mais 20 nos próximos anos”, concluiu o CEO.

A Rio Oil & Gas 2022 é patrocinada por Petrobras, Ambipar Response, Equinor, Shell, TotalEnergies, Vibra, Ipiranga, Raízen, BP, Bunker One, Chevron, ExxonMobil, Karoon Energy, Modec, Galp, PETRONAS, Repsol Sinopec, 3R Petroleum, Acelen, Siemens Energy, Trident Energy, Braskem, Enauta, Halliburton, McDermott, NTS, PECOM, PRIO, Salesforce, Saipem, Subsea 7, AET, Baker Hughes, DOW, Fluxys, Oracle, Perbras, Solvay, TAG, TBG, Techint, Vallourec, Wintershall Dea, Horizon-Partners, Ultracargo, Weatherford e WTW. O evento ainda tem a Apex-Brasil como parceira no espaço “O&G Partnership Lounge” e a United Airlines como companhia aérea oficial.

Tags:

Compartilhe
Ingressos